Nossa voz é única – pois tem relação direta com a idade, sexo, personalidade, emoção e profissão. Ela permite comunicar-nos, expressar nossas emoções e nos distingue. Por isso cuidar da voz é essencial, em todas fases da vida.
Chamamos estes cuidados gerais de “Higiene Vocal”, pois eles favorecem a produção de uma voz limpa e saudável:

1. Ingerir, ao menos, 2 litros de água em temperatura ambiente ao dia – a água fluidifica a saliva permitindo que as cordas vocais mantenham-se hidratadas
2. Evitar gritos e sussurros – gritos e sussurros podem “forçar” as cordas vocais, predispondo a lesões como calos, pólipos e hematomas
3. Evitar alimentos de difícil digestão ou que predisponham a azia – hiperacidez pode prejudicar o funcionamento das cordas vocais, tornando-as inchadas e pesadas
4. Não fumar – o cigarro aumenta o risco de câncer e causa irritação das cordas vocais
5. Fazer períodos de repouso vocal – as cordas vocais contém músculos e dependem de músculos para funcionarem – logo, períodos de descanso são necessários para uma boa função, principalmente antes e depois do uso abusivo (palestras, canto, etc)
6. Consumir alimentos adstringentes regularmente – alguns alimentos como maçã e aipo são considerados adstringentes pois “limpam” a garganta favorecendo o funcionamento das cordas vocais
7. Evitar excesso de leites e derivados quando uso vocal prolongado – os alimentos derivados de leite tendem a deixar a saliva mais espessa, dificultando a hidratação das pregas vocais nos momentos de maior demanda

E não esqueça de consultar com otorrinolaringologista se sintomas como rouquidão, pigarro, falhas na voz, cansaço ou dor ao falar, voz fina ou grossa demais persistirem por mais de 15 dias para avaliação e tratamento.